terça-feira

Musa oculta

Por um  instante ,me senti a  musa inspiradora de tudo que aquele homem escrevia ...
E  dentro  de mim ,todo  o resto era silêncio.
Só queria  me sentir toda mulher daquele  homem,mas ele não era só meu ,nem será  só  meu.
Queria aquele homem,para escrever minhas loucuras todas em seu belo corpo nu .
Até secar   toda tinta  de minha  caneta .
E  terminar  com um  THE  END ... na ponta  do dedão  do  seu  pé .
Mas   aquele  homem necessita  de fazer  colagem ,com muitas outras  história ,não  lhe basta  apenas a  minha.
E  sinto ,que  não  poderia  eu ,prende-lo  apenas ao  meu  mundinho  mapa .
E  dai  então ,escrevi  em paredes como  louca .
Até  que  acabasse a tinta  de  minha  caneta ,para  não  mais desejar  aquele  corpo .
Aquele  corpo  que  nunca ,nunca  foi  meu !
Só  foi meu   naquele  instante    que   eu imaginei   para  me  fazer  feliz ...


"Poesia que  desabafa pro  destino ...
única ,intacta  intraduzivel,por  isso  não  tente entender  o que  sinto  e transformo  em palavras agora...
por que eu ...eu  não  vou tentar ! "

Um comentário:

  1. Coisas como essa dificilmente permanecem ocultas por muito tempo. Lindo.

    ResponderExcluir